quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

VEM AÍ O INFORMATIVO DA CULTURA, TURISMO E GASTRONOMIA DE MANHUAÇU... "JORNAL CULTURA EM DESTAQUE DA ACLA/MG".




INFORMAÇÕES do município do Manhuaçu - Minas Gerais em 2011:

Nome - Município de Manhuaçu
Apelido - "Capital do café de montanhas"
Padroeiro – São Lourenço / 10 de Agosto
Fundação - 5 de novembro de 1877
Gentílico - manhuaçuense
Prefeito(a) – Adejair Barros
Estado - Minas Gerais
Mesorregião - Zona da Mata
Microrregião - Manhuaçu
Municípios limítrofes - Simonésia, Santa Bárbara do Leste, Vermelho Novo, Caputira, Matipó, São João do Manhuaçu, Luisburgo, Reduto, Raul Soares e Manhumirim
Distância até a capital - 290 quilômetros
Área - 627,281 km²
População - 123.843 hab. cont. IBGE/2007
Densidade - 117,6 hab./km²
Altitude - 635 metros
Clima - tropical Aw
Fuso horário - UTC-3
IDH - 0,812 PNUD/2006
PIB - R$ 596.111.390,60 IBGE/2006
PIB per capita - R$ 8.802,20 IBGE/2006

FIQUE DE OLHO! VEM AÍ UM NOVO PROGRAMA DE PROMOÇÃO CULTURAL DE MANHUAÇU E REGIÃO...

FABRÍCIO SANTOS COORDENADOR DA COMUNIDADE SANTO ANTÔNIO EM MANHUAÇU, PROMOVE JUNTAMENTE COM O PROFESSOR JOSÉ GERALDO, CURSOS GRATUITOS DE VIOLÃO.

FABRÍCIO SANTOS JUNTAMENTE COM SEUS ALUNOS INTEGRANTES DA BANDA RENOVAI EM MANHUAÇU.

FABRÍCIO SANTOS COORDENADOR DA COMUNIDADE SANTO ANTÔNIO EM MANHUAÇU, PROMOVE JUNTAMENTE COM O PROFESSOR JOSÉ GERALDO, CURSOS GRATUITOS DE VIOLÃO BÁSICO ÀS QUARTA-FEIRAS, A PARTIR DAS 19:00H, NO SALÃO DA IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM FRENTE AO ESTÁDIO "JK" EM MANHUAÇU.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

ETAPA 3 DO PROJETO CAMINHOS DO SABOR EM MANHUAÇU: treinamento Oficina de Indicadores Financeiros (OIF).


Consultora da ABRASEL Míriam Teixeira ao lado do Diretor Municipal de Cultura e Turismo de Manhuaçu Fabrício Santos.





AVISO 3º MOMENTO


Conforme cronograma apresentado no encontro de lançamento do projeto, confirmamos a realização do Momento3 das ações de capacitação empresarial em Manhuaçu-MG.

Tais ações compreendem:

- A 3ª visita de consultoria, em data e horário previamente agendado pela empresa com as consultoras do projeto:

Juliana Soares – (41) 9633-0404 / Mírian Teixeira – (31) 8725-4297


- O treinamento Oficina de Indicadores Financeiros (OIF)
DATA: no período de 22/02 a 23/02/2011
HORÁRIO: de 14:00 às 18:00h

- O treinamento Boas Práticas para Segurança dos Alimentos (BP)
DATA: no período de 23/02 a 25/02/2011
HORÁRIO: de 08:00 às 13:00h


LOCAL: Salão da Igreja de Santo Antonio – em frente ao estádio “JK”.
ENDEREÇO: Rua Antonio Wellerson, s/nº - Bairro Stº Antonio – Manhuaçu

INFORMAÇÕES:
Fabrício Santos – Prefeitura Municipal de Manhuaçu: (33) 8437-3431
Cláudia Álvares – Coordenação Nacional PCS: (71) 3017-1168

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A Federação terá como norma, promover reuniões em Belo Horizonte e em diversas cidades do Estado, onde houver representação.

O Secretário Geral da Academia Mineira de Letras, Aloísio Garcia,
ladeado por Coraci Neiva, Presidente da Academia de Letras de Paracatu;
Luiz Carlos Abritta, Presidente da União Brasileira de Trovadores - BH;
Acadêmico Olavo Romano, Advogado e escritor e Elizabeth Rennó,
presidente da Academia Feminina Mineira de Letras.

No dia 17 de dezembro, próximo passado, o Secretário Geral da Academia Mineira de Letras, acadêmico Aloísio Garcia deu os passos decisivos para a realização do ideal do saudoso Senador Murilo Badaró: a instalação da Federação das Academias de Letras, Artes e Cultura de Minas Gerais__ FALEMG, que se iníciou, com um almoço, no tradicional restaurante do Minas Tênis Clube, da Rua da Bahia, seguido de sessão, no Auditório Vivaldi Moreira, da Academia Mineira de Letras, onde se reuniram cerca de 30 representantes de academias de letras, artes e centros literários de várias cidades do Estado. O acadêmico Aloísio Garcia abriu a sessão, mantendo a Diretoria da sessão de fundação ocorrida em 27 de setembro de 2009. O Secretário Geral da Academia Mineira de Letras, Aloísio Garcia; Coraci Neiva, Presidente da Academia de Letras de Paracatu; Luiz Carlos Abritta, Presidente da União Brasileira de Trovadores – BH; Acadêmico Olavo Romano, Advogado e escritor e Elizabeth Rennó, presidente da Academia Municipalista de Letras de Minas Gerais. Escolhido presidente, por unanimidade, Aloísio Garcia se pronunciou sobre a recriação da Federação, sociedade civil, sem fins lucrativos, que tem por objetivo, a aproximação de pessoas que se dedicam à literatura, às artes, às tradições culturais e à cultura geral das cidades mineiras. A Federação terá como norma, promover reuniões em Belo Horizonte e em diversas cidades do Estado, onde houver representação, mantendo os valores culturais e históricos de personalidades nascidas nas Minas Gerais além de promover Concursos literários em âmbito estadual. A entidade que ora surge, tem o total aval da Academia Mineira de Letras.
Diretoria:

Presidente: Aloísio T. Garcia
1° Vice-Presidente: Luiz Carlos Abritta
2° Vice-Presidente: César Pereira Vanucci
Secretário-Geral: Olavo Romano
1° Secretário: Dilermando Rocha Galvão
2° Secretário: Coracy da Silva Neiva Batista
Tesoureira: Maria Elisa Chaves Machado
1° Tesoureiro: José Benedito Donadon-Leal
Diretor de Cultura: Marco Aurélio Baggio

Diretora de Intercâmbio Cultural: Andreia Aparecida Silva Donadon Leal
Diretora de Intercâmbio Cultural: Maria Aparecida da Silva Simões


Fonte:http://ricardorcavalcanti.blogspot.com/2010/12/blog-post.html

“O objetivo de criar uma sociedade civil, sem fins lucrativos, é aproximar os homens e mulheres que se dedicam à literatura, às artes, à história...

O acadêmico Murilo Badaró, quando presidente da Academia Mineira de Letras, idealizou a criação da Federação das Academias de Letras, Ciências, Artes e Cultura de Minas Gerais, que ocorreu em reunião realizada em Belo Horizonte, no dia 24 de setembro de 2009, na sede da Academia. A meu pedido o acadêmico Zanoni E. R. Neves representou a Aclecia naquela histórica solenidade.

Com o prematuro falecimento do acadêmico Murilo Badaró, a Federação não se estruturou. Como presidente da Aclecia, recebi do acadêmico Aloísio T. Garcia, Secretário Geral da Academia Mineira de Letras, convite para uma reunião, na sede da Academia em Belo Horizonte, no próximo dia 17 de dezembro em curso, que terá como objetivo refundar a Federação das Academias de Letras, Ciências, Artes e Cultura de Minas Gerais.


“Belo Horizonte, 3 de dezembro de 2010. Caro Acadêmico. Convidamos V.Sa. para reunião, precedida de almoço, no dia 17 de dezembro de 2010, tendo como objetivo refundar a Federação das Academias de Letras de Minas Gerais.O almoço, no qual podem comparecer até dois representantes da instituição, será no restaurante do Minas Tênis Clube, à Rua da Bahia, 2244 (no final da Praça da Liberdade) às 12 horas e às 13:30 horas iniciaremos reunião na sede da AML, bem próxima.

Na ocasião revisaremos o Estatuto da FALEMG, recompondo a sua diretoria para o próximo biênio. Solicitamos sua confirmação com a urgência possível, com vistas às reservas no restaurante acima, salientando a importância da presença de dirigentes dessa instituição no evento acima. Cordialmente, Aloísio T. Garcia. Secretário Geral da Academia Mineira de Letras”.

Estarei presente representando a Academia de Letras, Ciências e Artes do São Francisco -Aclecia, especialmente convidada e um dos sodalícios fundadores da Federação, e estou retransmitindo o convite à Academia Montesclarense de Letras, à Academia de Letras, Ciências e Artes de Várzea da Palma, à Academia de Letras de Salinas e à Academia Feminina de Letras de Montes Claros.

O ideal do ex-presidente Murilo Badaró está de pé. Em suas palavras, Murilo Badaró disse, quando da fundação da Federação, que “o objetivo de criar uma sociedade civil, sem fins lucrativos, é aproximar os homens e mulheres que se dedicam à literatura, às artes, à história e cultura em geral, em diferentes pontos do Estado, rico na sua diversidade cultural e artística, além do imenso patrimônio histórico que precisa ser permanentemente preservado”.

A Federação tem ainda como objetivo promover reuniões em Belo Horizonte e no interior do Estado com o propósito de interiorizar a cultura das letras, além de manter o interesse do povo mineiro no culto de seus valores históricos e culturais, um dos pontos de orgulho de gerações de brasileiros nascidos nas terras mineiras. Dentro da justificativa da criação da Federação está também a ideia de realização de concursos de literatura por toda Minas Gerais, mantendo um calendário organizado no Estado inteiro”.

Na reunião realizada em 2009, havia sido eleito, por aclamação, para ser Presidente da Federação das Academias de Letras, Ciências, Artes e Cultura de Minas Gerais o acadêmico Murilo Badaró. A Federação das Academias de Letras de Minas Gerais, de duração indeterminada, fiel ao ideal de Murilo Badaró, tem como objetivos unir esforços na luta pela preservação, pelo estudo e a divulgação da cultura, da língua e da literatura brasileira, aproximar os homens e mulheres que se dedicam à literatura, história, artes e cultura em geral, em diferentes pontos do Estado de Minas Gerais.

Fonte:http://www.gazetanortemineira.com.br

Programa Raízes - TV CATUAÍ /REDE MINAS, lançamento do livro da Escritora da ACLA/MG Vera Maria da Costa, em fevereiro de 2011.



“Esse romance entrou na minha cabeça desde que eu era infantil, na ocasião eu tinha 12 anos de idade, e residia no estado do Rio de Janeiro”, assim diz a escritora Vera Maria da Costa.

O Episódio do romance “A Volta de Luíza”, ocorreu no período da II Guerra Mundial. “Na ocasião eu vi muito choro, vários policiais foram e não voltaram, nós passamos por todo aquele pesadelo vivenciando o sofrimento de várias famílias, vários casais se separaram, noivas que choravam a morte dos noivos, mães choravam a morte dos filhos. Eu, como absorvi aquilo tudo num relance, fui guardando aqueles momentos, e fiz uma gravação. E depois eu montei uma história que eu achei que era possível acontecer, porque, amor quando é muito forte, ele não morre, vai para eternidade” conclui a escritora Vera Maria.

Vera Maria, também foi atriz, e escreveu e atuou em várias peças teatrais, participou inclusive, da Vida de Cristo, por três anos no Rio de Janeiro, foi professora e fez alguns programas infantis no rádio.

Vera Maria da Costa, saiu do Rio de Janeiro em 1963, e veio residir e lecionar na cidade de Manhuaçu onde está até hoje.

O Cerimonial de lançamento e noite de autógrafos do romance, “A Volta de Luíza”, foi realizado nesta segunda semana de fevereiro de 2011, através da ACLA/MG (Academia de Ciências Letras e Artes de Minas Gerais) que tem como Presidente o Comendador e Diretor Municipal de Cultural de Manhuaçu MG, Fabrício Santos.

fonte: www.programamaoamiga.com.br

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Solanda Steckelberg, nova presidente da Fundação Clóvis Salgado - BELO HORIZONTE/MG.

Solanda Steckelberg, nova presidente da Fundação Clóvis Salgado (FCS), afirmou que sua intenção primeira à frente da instituição é promover a articulação com outros espaços e projetos culturais, além do aprofundamento das políticas públicas.

Solanda recebeu o cargo de sua antecessora, Eliane Parreiras, atual secretária estadual de Cultura. Em encontro com a imprensa anterior à posse, Eliane aproveitou também para apresentar resultados de seu período à frente da instituição e falar dos compromissos já agendados para o ano de 2011. Depois da inauguração da exposição com obras que estiveram na 29ª Bienal de São Paulo, em cartaz tanto no Palácio das Artes quanto no Centro de Arte Contemporânea e Fotografia, existe a intenção de trazer a BH outras mostras realizadas pela Fundação Bienal.

Fonte:http://www.divirta-se.uai.com.br/html/sessao_7/2011/02/01/ficha_agitos/id_sessao=7&id_noticia=34118/ficha_agitos.shtml

Eliane Parreiras - Secretária de Estado de Cultura de Minas Gerais


Eliane Parreiras

Formada em Comunicação Social, pela PUC-MG, é pós-graduada em Gestão em Marketing, pela Fundação Getúlio Vargas, e em Gestão Cultural, pelo IEC – Instituto de Educação Continuada.

Atua nas áreas de gestão e produção cultural há mais de 15 anos, em instituições públicas e privadas com ampla experiência na gestão de espaços culturais e em marketing cultural. Foi Assessora de Comunicação do Museu de Arte da Pampulha, no período de 1997 a 1999. Trabalhou na Fundação Clóvis Salgado, no período de 1999 a 2002, como Assessora de Marketing e Captação e Superintendente de Programação.

Foi diretora executiva do Instituto Cultural Usiminas de 2002 a 2009, gerindo no período investimentos da ordem de R$ 150 milhões, em Minas Gerais e São Paulo, gerando mais de 5 mil empregos diretos por ano para a atividade cultural, beneficiando mais de 6 milhões de pessoas/ano e fazendo da empresa a maior patrocinadora cultural de Minas Gerais e uma das mais importantes incentivadoras de cultura do país, nesse período.

Também no Instituto, colaborou diretamente para a consolidação do pólo cultural do Vale do Aço, incentivando a produção regional através de patrocínios e da gestão do Teatro Zélia Olguin e do Centro Cultural Usiminas, que movimentaram mais de 1,5 milhão de pessoas. Nesse período, implantou o Teatro do Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, referência de qualidade, e do Teatro Cleyde Yaconis, no Centro Empresarial do Aço, em São Paulo.

Como professora, ministrou diversos cursos, inclusive em pós-graduações, nas áreas de gestão cultural, marketing cultural, produção cultural e patrimônio cultural. Realizou estágio internacional no Japão em importantes instituições culturais de Tokyo e Kyoto e foi Coordenadora Geral da Comissão Mineira para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil.

No Governo de Minas, integrou a equipe executiva do Circuito Cultural Praça da Liberdade, onde participou do desenvolvimento do modelo de gestão do Programa, no ano de 2009. Foi presidente da Fundação Clóvis Salgado no período de dezembro de 2009 a dezembro de 2010.

É Secretária Geral do Conselho Curador da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, desde junho de 2009.

Recebeu a Medalha da Inconfidência em 21 de Abril de 2010 e o Prêmio Reconhecimento Cultural do Prêmio Usiminas Sinparc de 2009, por sua atuação cultural.

fonte: http://www.cultura.mg.gov.br

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O ARTISTA PLÁSTICO E ROTARIANO FABRÍCIO SANTOS CONFIRMOU A SUA INSCRIÇÃO NA II BIENAL INTERNACIONAL DE PINTURA DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA DE PORTUGAL.



O ARTISTA PLÁSTICO FABRÍCIO SANTOS -RC 4580, CONFIRMOU SUA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA II BIENAL INTERNACIONAL DE PINTURA - FUNDAÇÃO ROTÁRIA PORTUGUESA QUE ACONTECERÁ EM ABRIL DE 2011.

A exposição que decorrerá no âmbito das comemorações do 52.º Aniversário da Fundação Rotária Portuguesa em Abril de 2011, prevê que os trabalhos candidatos a concurso sejam recepcionados na administração da Fundação Rotária Portuguesa, em Coimbra, até 16 de Março de 2011, sendo posteriormente avaliados por um júri constituído por: José-Luís Ferreira (presidente), presidente do Conselho Geral da ANAP – Associação Nacional de Artistas Plásticos/Comité Nacional Português para a AIAP/Unesco; Joana Costa Brites, mestre em História de Arte, doutoranda em História de Arte e professora de História de Arte Contemporânea e Métodos de Investigação em História de Arte na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Francisco Rosa Dias, professor de Estética na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

SUCESSO NO LANÇAMENTO DO LIVRO " A VOLTA DE LUIZA" DA ESCRITORA E ACADÊMICA DA ACLA/MG VERA MARIA COSTA NO DIA 11/02/2011.









quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

A II Bolsa Internacional de Pintura da Fundação Rotária Portuguesa, destina-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa e aos cidadãos das CPLP.



A FUNDAÇÃO ROTÁRIA PORTUGUESA, desejando promover, divulgar e apoiar o intercâmbio cultural entre os povos dos Países de Língua Oficial Portuguesa institui a II Bolsa Internacional de Pintura, com as seguintes características:

Ø A II Bolsa Internacional de Pintura da Fundação Rotária Portuguesa, destina-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa e aos cidadãos dos restantes Estados integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), com idade até aos 35 anos em 31 de Dezembro de 2011;

Ø Destina-se a galardoar os melhores trabalhos originais de pintura apresentados a concurso, sendo a temática livre, tal como a técnica utilizada na elaboração das obras;

Ø As inscrições deverão ser efectuadas até ao dia 16 do mês de Fevereiro do ano de 2011, não sendo aceites quaisquer inscrições recebidas após essa data;

Ø Serão aceites até um máximo de duas (2) obras por cada artista concorrente, não podendo estas ter dimensões inferiores a 60 x 80 cm nem superiores a 120 x 120 cm, não emolduradas ou emolduradas com moldura simples, de cor preta;

Ø A entrega das obras concorrentes deverá ser feita, na sede da Fundação Rotária Portuguesa, até ao dia 16 do mês de Março do ano de 2011;

Ø Os candidatos deverão satisfazer os requisitos do Regulamento que rege a II Bolsa Internacional de Pintura da Fundação Rotária Portuguesa, que poderá ser consultado no site http://www.rotary.pt, ou solicitado na Secretaria da FRP, por email, telefone, fax ou correio.
Mais informações em: http://www.rotary.pt



O ARTISTA PLÁSTICO FABRÍCIO SANTOS -RC 4580, CONFIRMOU SUA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA II BIENAL INTERNACIONAL DE PINTURA - FUNDAÇÃO ROTÁRIA PORTUGUESA QUE ACONTECERÁ EM ABRIL DE 2011.
A exposição que decorrerá no âmbito das comemorações do 52.º Aniversário da Fundação Rotária Portuguesa em Abril de 2011, prevê que os trabalhos candidatos a concurso sejam recepcionados na administração da Fundação Rotária Portuguesa, em Coimbra, até 16 de Março de 2011, sendo posteriormente avaliados por um júri constituído por: José-Luís Ferreira (presidente), presidente do Conselho Geral da ANAP – Associação Nacional de Artistas Plásticos/Comité Nacional Português para a AIAP/Unesco; Joana Costa Brites, mestre em História de Arte, doutoranda em História de Arte e professora de História de Arte Contemporânea e Métodos de Investigação em História de Arte na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Francisco Rosa Dias, professor de Estética na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Foi realizada a transmissão do cargo de Comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais (11ºBPM) do Tenente-Coronel Ney de Castro Brito


Numa prestigiada solenidade foi realizada a transmissão do cargo de Comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais (11ºBPM) do Tenente-Coronel Ney de Castro Brito ao Tenente Coronel Luiz Carlos Rhodes de Souza, sob a presidência do Comandante da 12ª Região da Policia Militar, Coronel Geraldo Henrique Guimarães da Silva. Marcada pelo tom da emoção, a cerimônia foi muito prestigiada por autoridades e lideranças das 24 cidades da área de atuação do batalhão.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O ARTISTA PLÁSTICO E COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS FAZ A RESTAURAÇÃO DO RETRATO DO MONSENHOR GONZALEZ

O ARTISTA PLÁSTICO E COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS FAZ A RESTAURAÇÃO DO RETRATO DO MONSENHOR GONZALEZ DA PARÓQUIA DE SÃO LOURENÇO DO MUNICÍPIO DE MANHUAÇU/MG.

Encerramento do IX Salão de Artes - AFBA - CMN - ACLA MG

Encerramento do IX Salão de Artes AFBA - CMN - ACLA MG



O COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS PRESIDENTE DA ACLA/MG, ABRE COMO CHANCELER DA AFBA/RJ A SOLENIDADE DA CÂMARA MUNICIPAL DE NITERÓI/RJ.
O CHANCELER DA AFBA/RJ FABRÍCIO SANTOS IRÁ RECEBER O TROFÉU DE "DESTAQUE 2010" NA SOLENIDADE DO DIA 08 DE ABRIL DE 2011 NA CÂMARA MUNICIPAL DE NITERÓI/RJ.