sexta-feira, 30 de abril de 2010

CONVITE PARA : Apresentação de uma peça teatral e de oficinas a serem ministradas, obra do grande escritor regionalista brasileiro José Lins do Rego


DEPARTAMENTO DE CULTURA E TURISMO DE MANHUAÇU/MG-
CONVITE

Com os meus cordiais cumprimentos venho por meio deste, convidar a V.S.ª a participar do evento entre os dias 4 e 7 de maio de 2010 em Manhuaçu/MG, onde a Prefeitura Municipal de Manhuaçu através do Diretor Fabrício Santos do Departamento de Cultura e Turismo, estará recebendo o Projeto Zé Lins o Pássaro Poeta contemplado com o Prêmio Miriam Muniz da FUNARTE. Esse Projeto trata da apresentação da vida e obra do grande escritor regionalista brasileiro José Lins do Rego através da apresentação de uma peça teatral e de oficinas a serem ministradas para a comunidade.
PROGRAMAÇÃO:
DIA 05/05 - OFICINAS A PARTIR DAS 9:00H E APRESENTAÇÃO TEATRAL AS 16:00H, NA ESCOLA ESTADUAL MONS. GONZALEZ DE MANHUAÇU;
DIA 07/05- APRESENTAÇÃO DURANTE O DIA NO COLÉGIO TIRADENTES DE MANHUAÇU E A NOITE ÀS 20:00H NA CASA DE CULTURA ILZA CAMPOS SAD/ FUNDAÇÃO MANHUAÇUENSE DE CULTURA.

Assim temos a grata satisfação de convidar V.S.ª a participar da Homenagem da ACLA/MG após a apresentação dos artistas do Grupo Teatral da Paraíba, no dia 05 de maio às 16:00h, na Escola Estadual Monsenhor Gonzalez.

Esperando contar com Vossa prestigiosa presença, desde já agradecemos.
Sendo o que consta para o momento, aguardo resposta, reiterando meus votos de estima e consideração.
Atenciosamente,


Fabrício Santos
Diretor Municipal de Cultura e Turismo de Manhuaçu/MG

quinta-feira, 29 de abril de 2010

ZÉ LINS RETORNA A MANHUAÇU, ATRAVÉS DO GRUPO TEATRAL "O COLETIVO FAZENDO ARTE" DA CIDADE DE JOÃO PESSOA NA PARAÍBA.


O Comendador Fabrício Santos Diretor do Departamento de Cultura e Turismo de Manhuaçu, através de parceria com a Secretaria Municipal de Educação, receberá no dia 05 e 07 de maio de 2010 em Manhuaçu, o Grupo Teatral da Paraiba “O COLETIVO FAZENDO ARTE” apresentando ZÉ LINS – O PÁSSARO POETA um espetáculo teatral infanto-juvenil, baseado na obra literária de Ana Maria Machado,‘O Menino que Virou Escritor’. ZÉ LINS – O PÁSSARO POETA, é mais que uma peça de teatro, é uma viagem pela fascinante história da vida do grande escritor regionalista brasileiro, José Lins do Rego.

Através de histórias e canções, os brincantes David Muniz, Naná Viana e Valeska Picado, interpretam alguns dos personagens mais marcantes dessa jornada: a vida do menino Dedé que se tornou homem e poeta.
O maestro Carlos Anísio encanta ao som do violão, Valeska Picado e Itamira Barbosa dirigem esse barco de emoções que navega pelo coração das crianças e de todos aqueles que guardam no jardim de suas vidas, a infância.

“José Lins do Rêgo, nascido no Engenho Corredor, município paraibano de Pilar/PB, fez as primeiras letras no Colégio de Itabaiana/PB, no Instituto N. S. do Carmo e no Colégio Diocesano Pio X na atual João Pessoa/PB.
Também estudou no Colégio Carneiro Leão e Osvaldo Cruz, em Recife/PE. Ingressou no Ministério Público como promotor em Manhuaçu/MG, em 1925, transferindo-se em1926 para a capital de Alagoas, onde passou a exercer as funções de fiscal de bancos, até 1930, e fiscal de consumo, de 1931 a 1935.

Em Maceió/AL, tornou-se colaborador do Jornal de Alagoas e passou a fazer parte do grupo de Graciliano Ramos, Raquel de Queiroz, Aurélio Buarque de Holanda, Jorge de Lima, Valdemar Cavalcanti, Aloísio Branco, Carlos Paurílio e outros.
Em 1935, mudou-se para o Rio de Janeiro/RJ, onde participava ativamente da vida cultural de seu tempo. Era fanático por futebol, ‘flameguista doente’. Em 1955, foi eleito para a Academia Brasileira de Letras.”
Caminhar com o espetáculo por essa trilha é reconstruir uma história rica em significados. Para as crianças e adolescentes que residem nessa cidade é fundamental conhecer o lugar e a história de onde moram.

A cultura é construída pelas pessoas que ali vivem. A paisagem, os costumes e as tradições que hoje se apresentam, estão intimamente ligadas com aqueles que ali viveram.

É de suma importância para a compreensão de nós mesmos, conhecermos a nossa história, retornarmos a nossa ancestralidade e reconhecermos que modificamos o lugar e a cultura de onde vivemos, contribuindo assim para as mudanças e transformações que ocorrem na nossa sociedade.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

O 1º FÓRUM SETORIAL DE CULTURA DE MANHUAÇU, FOI UM SUCESSO!












Cultura é tudo o que o ser humano elabora e produz simbólica e materialmente falando (todos os modos de criar, fazer e viver, conforme o artigo 216 da Constituição Brasileira). Ela refere-se a um circuito socialmente organizado de produção, circulação e consumo de bens simbólicos (em particular obras artísticas e científicas, além de bens materiais e imateriais do patrimônio cultural). A importância dela para comunidade, é porque ela assegura a diversidade e identidade cultural do Município.

O PRIMEIRO FÓRUM DE MANHUAÇU TEVE MAIS DE 100 PARTICIPANTES COM REPRESENTANTES DE TODOS OS SETORES CULTURAIS DE MANHUAÇU.

PALESTRAS DO FÓRUM DE CULTURA:
PALESTRANTE 01:
JOÃO LOPES SOARES ( SECRETARIA DE AGRICULTURA,INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MANHUAÇU– TEMA: CONSELHO PATRIMÔNIO CULTURAL
PALESTRANTE 02:
FÁBIO DE SOUZA ( MAESTRO DE MÚSICA)– TEMA: MÚSICA CULTURAL E APOLÓGICA
PALESTRANTE 03:
LUCIANA BRACKS PINHEIRO ( DIRETORA DE TEATRO E CINEMA)– TEMA: CENTRO CULTURAL JOÃO BRACKS
PALESTRANTE 04:
MARCO ANTÔNIO CABRAL (MOVIMENTO CULTURAL NEGRO DE MANHUAÇU) – TEMA: CULTURA AFRO BRASILEIRA E AFRICANA.
PALESTRANTE 05:
JAQUELINE EMERICK(DELEGADA MUNICIPAL DE CULTURA DE MANHUMIRIM) DIAS – TEMA: DIVERSIDADE CULTURAL
PALESTRANTE 06:
DENISE AGUIAR (ESPECIALISTA EM TURISMO)– TEMA: TURISMO E CULTURA
PALESTRANTE 07:
ZANDRA LOPES DA ROCHA (ACADÊMICA DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES DE MINAS GERAIS COM SEDE EM MANHUAÇU)– TEMA: CULTURA POPULAR
PALESTRANTE 08:
CARLINHO RATINHO (PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO SANTA LUZIA)- TEMA: CARNAVAL MUNICIPAL DE MANHUAÇU
PALESTRA 09:FABRÍCIO SANTOS(DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE CULTURA E TURISMO DE MANHUAÇU) - TEMA: ESCLARECIMENTOS DAS DIRETRIZES E OBJETIVOS DO FÓRUM DE CULTURA

segunda-feira, 19 de abril de 2010

O DIRETOR MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO FABRÍCIO SANTOS COM A RAINHA DO CAFÉ DE MINAS GERAIS, NO 3º SALÃO MINEIRO DE TURISMO EM BH, 16 A 18 DE ABRIL.

FABRÍCIO SANTOS VISITA AS EXPOSIÇÕES DE ARTESANATOS DOS CIRCUITOS MINEIROS NO 3º SALÃO MINEIRO DE TURISMO EM BH.








O Diretor de Cultura e Turismo de Manhuaçu, visitou as exposições das culturas mineiras do 3º Salão Mineiro de Turismo.




MANHUAÇU MARCOU PRESENÇA NO 3º SALÃO MINEIRO DE TURISMO EM BELO HORIZONTE, ATRAVÉS DO DIRETOR MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO FABRÍCIO SANTOS


O Salão Mineiro do Turismo foi aberto oficialmente pela secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond, no dia 16/04, às 10h, no MINAS CENTRO.



A Secretaria Estado de Turismo de Minas Gerais, em parceria com o Ministério do Turismo e SEBRAE-MG, realiza, nos dias 16, 17 e 18 de abril, no Minascentro, em Belo Horizonte, a terceira edição do Salão Mineiro do Turismo. Com o slogan “Descubra novos lugares - Descubra grandes oportunidades”, o evento faz um convite para que o mineiro conheça os atrativos turísticos do Estado.

Em 2010, o Salão ocupa os três andares do Minascentro e a mostra, que antes era realizada em dois dias, passa a preencher três dias do calendário turístico mineiro. O grande destaque da 3ª edição do Salão Mineiro do Turismo é o crescimento do evento, que, a cada edição, recebeu números maiores de visitantes.

Na primeira edição, em 2007, o foco era mobilizar o setor e toda a cadeia produtiva do segmento turístico. Naquele ano, passaram pelos corredores do Minascentro cinco mil visitantes. Já na segunda edição, em 2009, o direcionamento era para o fortalecimento da política pública no interior de Minas Gerais, e a valorização das Associações de Circuitos Turísticos, o evento reuniu 10 mil visitantes. Este ano, voltado para o público consumidor belo-horizontino, a organização do evento espera que cerca de 20 mil visitantes passem pelo Salão Mineiro do Turismo.

A secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond, explica que durante os três dias de realização, serão apresentados, por meio das Associações de Circuitos Turísticos, os principais produtos formatados e prontos para serem comercializados no Brasil e no exterior. “O Salão Mineiro é uma mostra de todas as regiões do Estado. Uma Minas Gerais que o turista nunca viu, com destaque para a alta temporada, nos meses de junho e julho. Em 2010, o foco é promover, divulgar e incentivar a comercialização dos produtos turísticos mineiros”, afirma.

O evento conta com o apoio do Instituto Estrada Real, Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais, SENAC-MG, Belotur, Banco Interamericano de Desenvolvimento, Instituto Euvaldo Lodi e Gol Linhas Aéreas Inteligentes.

Grandes Salões
Para diferenciar, dar destaque às diversas áreas de atuação da cadeia turística e apresentar os melhores roteiros e destinos para o público consumidor, o Salão Mineiro foi dividido em seis espaços. No Salão dos Grandes Destinos, haverá uma mostra das cinco regiões do Estado (Triângulo Mineiro, Centro de Minas, Norte e Nordeste de Minas, Sul de Minas e Zona da Mata), representadas pelas 45 Associações de Circuitos Turísticos, além de estandes de agências de viagem, operadoras e receptivos turísticos.
No Salão Nossas Riquezas, haverá espaço para a comercialização de produtos típicos do Estado, manifestações artísticas, mostras de artesanato, gastronomia mineira, encontro de negócios e o projeto ”Escola vai ao Salão”. Este projeto dará oportunidade para que jovens conheçam os destinos turísticos de Minas Gerais de maneira interativa e dinâmica. São esperados cerca de 540 alunos das redes pública e privada, do ensino fundamental, de Belo Horizonte. Os estudantes serão orientados e recepcionados por um técnico da SETUR/MG que irá acompanhá-los por toda a feira.

Os atores que compõem o Sistema Mineiro de Gestão do Turismo, a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais, e o Conselho Estadual de Turismo, estarão com agendas de atendimento no Salão Oficial. Já estão confirmados encontros de prefeitos, atendimento sobre ICMS Turístico, encontro de presidentes e Gestores dos Circuitos Turísticos e coordenadores de Câmaras Temáticas do Conselho Estadual de Turismo.

Empreendedores e investidores de toda a cadeia turística mineira encontrarão no Salão de Investimentos os bancos parceiros que oferecem linhas de financiamento. Neste espaço serão disponibilizadas informações sobre tipos de empréstimos oferecidos aos investidores do setor turístico, como valores, taxas e condições de pagamento. Participarão do Salão de Investimentos os bancos: BDMG, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Povo e Banco do Nordeste.

O Município de Manhuaçu que faz parte do Circuito Turístico Pico da Bandeira, esteve representado no Circuito por profissionais da área e também pelo Diretor do Departamento de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Manhuaçu, o Comendador Fabrício Santos.

terça-feira, 13 de abril de 2010

1º FÓRUM SETORIAL DE CULTURA E DIVERSIDADE DAS EXPRESSÕES ARTÍSTICAS DE MANHUAÇU/MG


1º FÓRUM SETORIAL DE CULTURA E
DIVERSIDADE DAS EXPRESSÕES ARTÍSTICAS DE MANHUAÇU/MG

O Departamento de Cultura e Turismo de Manhuaçu vinculado à Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio, promoverá no dia 24 de Abril de 2010 a partir das 13h no plenário da Câmara Municipal de Manhuaçu, o 1º Fórum Setorial de Cultura e Diversidade das Expressões Artísticas de Manhuaçu com o tema central “Resgatando a Identidade Cultural de Manhuaçu”.
Nos termos do seu Regimento Interno, tem os seguintes objetivos:
1. Cadastrar os artistas, produtores, conselheiros, gestores culturais de Manhuaçu nos seguintes setores, Música, Dança, Artes Visuais, Artesanato, Arte Digital, Áudio Visual, Circo, Teatro, Culturas Populares e Carnaval, Culturas Afro-brasileiras, Design, Escritores e Acadêmicos, Moda, Arquivo e Museus, Arquitetura, Patrimônio Material e Imaterial;
2. Promover o debate entre artistas, produtores, conselheiros, gestores, investidores e demais protagonistas da Cultura Municipal de Manhuaçu, valorizando a diversidade setorial de expressões artísticas e o pluralismo de opiniões;
3. Discutir a Cultura de Manhuaçu nos seus aspectos da memória, de produção simbólica, da gestão, da participação social e da plena cidadania;
4. Propor estratégias para o fortalecimento da Cultura Municipal como centro dinâmico do desenvolvimento sustentável, com geração de trabalho e renda;
5. Propor estratégias para consolidar um Calendário Cultural de Eventos de Manhuaçu;
6. Fortalecer e facilitar a formação do Conselho Municipal de Cultura e elaborar planos e projetos de Financiamentos, Convênios e Patrocínios com os investidores culturais;
7. Propor a participação setorial em intercâmbios culturais regionais, estaduais e nacionais, através de parcerias com o setor público e privado;

A organização do Fórum será assim formada:
1. Credenciamento às 13h;
2. Aprovação do regimento interno;
3. Abertura oficial;
4. Palestra Magna com o Diretor de Cultura Fabrício Santos;
5. Palestra de Parcerias Culturais e Esclarecimentos;
6. Miniplenárias com os coordenadores dos eixos setoriais;
7. Plenária Final.

Informações Gerais:
1. No credenciamento, cada participante fará sua inscrição no eixo que faz parte do setor cultural que representa, que terá cada um a disponibilidade de 20 (vinte) vagas. São ao todo, 10 (dez) eixos setoriais para inscrição, totalizando a disponibilidade de 200 (duzentas) vagas.
2. Os 10 eixos para inscrições são estes: 01-DESIGN/ ARTE DIGITAL E ÁUDIO VISUAL; 02-TEATRO E CIRCO; 03-ARTESANATO E ARTES VISUAIS; 04-CULTURAS POPULARES E CARNAVAL; 05-MÚSICA; 06-DANÇA; 07-MODA; 08-ESCRITORES E ACADÊMICOS; 09-CULTURAS AFRO-BRASILEIRAS; 10-ARQUIVOS/ MUSEUS/ PATRIMÔNIO E ARQUITETURA;
3. As propostas priorizadas nas miniplenárias
4. serão apresentadas na plenária final pelos coordenadores dos 10 (dez) eixos setoriais de cultura do fórum e serão discutidas por todos os participantes;
5. Cada participante poderá fazer 01 destaque para manifestação favorável e um destaque para manifestação contrária, com o tempo máximo de 02 minutos para cada uma;
6. Após a apresentação e defesa de todas as propostas, será iniciado o processo de votação, que será realizado por meio de cédulas, dos planos apresentados pelos eixos setoriais de cultura, para a elaboração do Plano Municipal de Cultura de Manhuaçu.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Fabrício Santos é o novo Diretor Municipal de Cultura e Turismo de Manhuaçu/MG.


Também na reunião do Legislativo desta quinta-feira, 08/04/2010, os vereadores receberam no plenário o Secretário Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio de Manhuaçu, Dr. Vinícius de Resende, que, na oportunidade, destacou atividades da Secretaria e a nomeação recente do novo Diretor de Cultura e Turismo, Fabrício Santos.

Artista plástico com talento reconhecido no exterior e Comendador de Artes do Estado de Minas Gerais, Fabrício Santos foi empossado recentemente pelo Prefeito Adejair Barros, em solenidade promovida na Prefeitura Municipal.
Ao fazer uso da palavra, Fabrício anunciou atividades que serão desenvolvidas em Manhuaçu nos próximos dias, em destaque a realização do 1º Fórum Setorial de Cultura e Diversidade Cultural Artística de Manhuaçu, no dia 24 deste mês, a partir das 13h, no plenário da Câmara Municipal. “Este Fórum tem o objetivo de contribuir positivamente para a qualidade da política cultural do município e para a eficácia da sua execução. [...] Estarão presentes pessoas que atuam em diversas áreas culturais como a música, teatro, dança, e outras”, adiantou o Diretor de Cultura”, adiantou o Diretor de Cultura.

O Presidente do Legislativo, Antônio Carlos Xavier da Gama – “Toninho Gama”, elogiou a iniciativa tomada pelo Diretor de Cultura e destacou o apoio da Câmara para a realização de eventos diversos em Manhuaçu. Atualmente, o prédio da Casa do Povo é referência para a realização de conferências, seminários e encontros de diversos segmentos sociais.

(Thomaz Júnior)