quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

PESQUISA: O QUE É UM COMENDADOR E SUAS ATRIBUIÇÕES? - DR.H.C. COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS - MANHUAÇU/MINAS GERAIS - BRASIL.

DR.H.C. COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS - MANHUAÇU/MINAS GERAIS - BRASIL.

PESQUISA: O QUE É UM COMENDADOR E SUAS ATRIBUIÇÕES?

Segundo a Wikipédia, “Uma comenda é um benefício que antigamente era concedido a eclesiásticos e acavaleiros de ordens militares, mas que atualmente costuma designar apenas uma distinção puramente honorífica.”
Tenho uma justificada curiosidade a respeito do que as pessoas dos diversos países entendem por essa palavra. Sei que na Itália há muitos, no Brasil há poucos e, pelo que me informaram lá mesmo, na Argentina quase não se usa. Além desses três países, eu gostaria de informar como se traduz esse termo para o inglês, alemão, catalão, esperanto e mesmo para o espanhol.

Traduções:
Em italiano é commendatore.
Em esperanto é Komandoro.
Em espanhol é comendador.
Em inglês o dicionário diz que é: commendator (exatamente como no latim, só que com outra pronúncia). No entanto, quando estive em Londres encontrei knight commander.
Em francês é commandeur.

-------------------------------------------------------------------
COMENDADOR:
É um título honorífico ofertado a determinado signatário pela autoridade eclesiástica (religiosa) ou militar.
Aquele que recebe uma comenda.
Título meramente honorífico.
1. Uma Medalha.
2. Uma placa.
3. Um diploma definindo a comenda.

Distinção honorífica aqueles que excedem em suas atividades pessoais ou profissionais.
Recebe uma comenda aquele que foi reconhecido publicamente por atos que o honorificaram por ilibada conduta.
Comendador é alguém que recebeu uma comenda, isto é um benefício que antigamente era concedido a eclesiásticos e a cavaleiros de ordens militares, mas que atualmente costuma designar apenas uma distinção puramente honorífica. No passado, podia remeter ainda a uma porção de terra doada oficialmente como recompensa por serviços prestados, ficando o beneficiado com a obrigação de defendê-la de malfeitores e inimigos.
O Grau de Comendador - "Doutor Acadêmico Honoris Causa" - é outorga exclusiva de: Juizes; Secretários Estaduais e do Distrito Federal; Secretários Municipais; Conselheiros de Embaixadas e Consulados; Cônsules; Almirante de Esquadra; Generais de Divisão; Major-Brigadeiro; Contra-Almirantes; Generais de Brigada; Brigadeiros do Ar; Eméritos Profissionais das Ciências Econômicas (Ciências de Administração, Aplicadas, Comercialização, Contábeis, Econômicas e Sociais e Exatas); Eméritos Profissionais das Ciências Políticas (Ciências Estadísticas, Diplomáticas Relações Internacionais e Jurídicas); Eméritos Profissionais das Ciências Sociais (Ciências Humanas e de Comunicação); Professores Eméritos e/ou Titulares; Pesquisadores Científicos; Presidentes de Academias, Institutos e Fundações de ciências afins; Presidentes de Associações Literárias; Científicas e Culturais; Presidentes de Associações de Classe; Presidentes de Conselhos Profissionais Federais e Regionais; Diretores de Empresas Públicas e/ou Privadas; Autoridades de notório saber do Serviço Público (Federal, Estadual e Municipal); e outras personalidades de hierarquia equivalente.

O Professor/Artista plástico Dr. h. c. mult. Comendador Fabrício Santos da cidade de Manhuaçu/MG, recebeu 7 Títulos Honoríficos DHC-Doutor Honoris Causa e portanto é um MULTIPLEX.

O Professor/Artista plástico Dr. h. c. mult. Comendador Fabrício Santos da cidade de Manhuaçu/MG, recebeu 7 Títulos Honoríficos DHC e portanto é um MULTIPLEX.
*Segue a ordem dos sete Títulos e uma Livre Docência:
*DHC-Titulação Honorífica 01: Doctor Honoris Causa em Filosofia Cristiana
Instituição: Pontífice Instituto de Estudios de La Religión/ Centro de Formación Teológica q Religiosa – Pamplona/ Espanha. Ano: 2009;
*DHC-Titulação Honorífica 02: Doutor Honoris Causa em Letras
Instituição: FATESE/ Faculdade de Teologia Sepher Eloah – Brasília/DF. Ano: 2011;
*DHC-Titulação Honorífica 03: Doutor Honoris Causa em Direitos Humanos
Instituição: FATAI – Genesis/ Faculdade de Teologia Antioquia Internacional (Seminário Livre de Educação Religiosa) – Brasília/DF. Ano: 2011;
*DHC-Titulação Honorífica 04: Doutor Honoris Causa em Psicanálise /Honrary Doctor in Psychoanalysis
Instituição: Emill Brunner – Universidade Aberta (Seminário Livre de Educação Teológica, Filosófica, Psicanalítica e Social) – Brasília/DF. Ano: 2012;
*DHC-Titulação Honorífica 05: Th.D – Doutor Honoris Causa em Teologia
Instituição: Centro de Estudos Históricos de Kastoria – São Paulo Ano: 2012;
*DHC-Titulação Honorífica 06: Doutor Honoris Causa em Letras e Artes
Instituição:Academia do S. Patriarca Abrahão de Ciências, Letras e Artes – SP. Ano: 2012
*DHC-Titulação Honorífica 07: Doutor Honoris Causa em Teologia
Instituição: Ordem do Mérito Teológico Cristo o Eterno. Ano 2014.
*Titulação Honorífica 08: Livre Docente em Literatura Ano: 2012;
Instituição: Faculdade de Teologia Antioquia Internacional (Seminário Livre de Educação Religiosa), Registrada sob o nº 00004369 do livro A-08, no Cartório Marcelo Ribas 1º Ofício de Registro de Pessoas Jurídicas de Brasília/DF, Brasil. Fundada em 10 de fevereiro de 1998. CNPJ.: 02.514.824/0001-05.

O Título DHC –“Doutor Honoris Causa”, é o reconhecimento acadêmico mais elevado, concedido por uma Academia ou Universidade, ou uma instituição assemelhada, para distinguir pessoas que em qualquer tempo, tenham prestado relevantes serviços, à comunidade e ao país.
É concedido à pessoas que tenham grande importância nos âmbitos Social, Cultural, Científico, Religioso/ Eclesiástico e Filosófico.
Histórica e academicamente, um Doutor Honoris Causa, recebe as mesmas prerrogativas legais e tratamento, daqueles que obtiveram um doutorado acadêmico de forma convencional.
Por Lei, é direito do portador deste diploma fazer uso da titulação de DOUTOR, em suas relações sociais, nos meios gráficos, audiovisuais, verbais, e nos meios de comunicação, pois é título tido, como propriedade cultural e bem imaterial, conforme preconiza a legislação.
A pessoa que recebe o título de "Doutor Honoris Causa" pode usar a abreviação "Dr. h. c.". Caso já tenha um título de doutorado acadêmico, poderá utilizar a abreviação "Dr. Dr. h. c.". A pessoa honrada com mais de um título de doutorhonoris causa, poderá usar a abreviação "Dr. h. c. mult." (Doutor honoris causa multiplex).
Biografia Resumida do Comendador das Artes e Cultura:
Dr. h. c. mult. Comendador Fabrício Santos – Manhuaçuense, Artista Plástico/Restaurador filiado ao SINAP-ESP e AIAP – UNESCO registro nº 2161/14, Bacharel em Teologia pela FATE – SP, TCC – “Anjos de Deus e deuses Anjos”. Especializou em Arteterapia com 420 horas/aula pelo Ensino Nacional e nota de avaliação 9.8, Doutor Honoris Causa em sete Instituições diferentes.
Auxiliar Técnico Metalúrgico pela CEFET-ES Vitória/ES, graduando 8º período de pedagogia pela UNOPAR pólo Manhuaçu/MG, cursando o módulo 2 do Curso Técnico em Edificações pelo CEM- Manhuaçu, Certificação em Artes Decorativas – Projetos de Ambientação, Designer de Interiores, Pintura Decorativa e Restauração, pelo Projeto Mural Color-Rio de Janeiro/RJ. Agente Cultural registrado no SNIIC- Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais/Ministério da Cultura sob o nº 9630, Delegado Estadual de Cultura de Minas Gerais por dois períodos: 2009 a 2012 e 2013 a 2016 eleito por duas vezes consecutivas como o mais votado da Zona da Mata Mineira. Diretor de Cultura e Turismo de Manhuaçu de 2010 a 2012. Presidente Fundador da ACLA/MG – Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais com sede em Manhuaçu. Membro efetivo do Rotary Club de Manhuaçu Distrito 4580. Curador Oficial do Intercâmbio Cultural de Belas Artes MINAS-RIO desde 2008, representante de Manhuaçu no CIAB – Circuito Internacional de Arte Brasileira em 11 países(Alemanha, Polônia, Áustria, Hungria, Itália, Portugal, Espanha, Hungria, Eslováquia, Holanda, República Dominicana). Membro de vários Conselhos municipais e regionais. Recordista Brasileiro (Rank Brasil) da “Maior pintura em tecido de Nª.Sª. do Rosário” 40m². Proprietário e Professor da Escola de Arte Gênios da Pintura de Manhuaçu/MG (www.artcursos.com.br). Representante Acadêmico Honorário de 15 Academias de Artes, Ciências e Letras no Brasil e duas no exterior. Comandante da Delegação Monte do Cruzeiro de Minas Gerais – OSLJ/CSLI. Escritor do 1º Volume do livro "Silêncio no Céu - O Tudo e o Nada do Tempo" - lançamento no mês de maio de 2014 no Ponto de Cultura ACLA/MG - Manhuaçu.

EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS DOS ALUNOS DOS OFICINEIROS DO CRAS DE MANHUAÇU NO DIA 12 DE DEZEMBRO DE 2014 NA CÂMARA MUNICIPAL DE MANHUAÇU, ONDE O PROFESSOR COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS FEZ A EXPOSIÇÃO DE VÁRIOS PAINÉIS DE TRABALHOS DOS SEUS ALUNOS DO PROIN, E.M.SÔNIA MARIA BATISTA, CASA LAR, CASI, CAF E COMUNIDADE TERAPÊUTICA SANTA MÃE DA PROVIDÊNCIA.

EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS DOS ALUNOS DOS OFICINEIROS DO CRAS DE MANHUAÇU NO DIA 12 DE DEZEMBRO DE 2014 NA CÂMARA MUNICIPAL DE MANHUAÇU, ONDE O PROFESSOR COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS FEZ A EXPOSIÇÃO DE VÁRIOS PAINÉIS DE TRABALHOS DOS SEUS ALUNOS DO PROIN, E.M.SÔNIA MARIA BATISTA, CASA LAR, CASI, CAF E COMUNIDADE TERAPÊUTICA SANTA MÃE DA PROVIDÊNCIA.
NO DIA 19 DE DEZEMBRO ACONTECEU A CONFRATERNIZAÇÃO DOS OFICINEIROS COM BRINCADEIRAS DE AMIGO OCULTO E ALMOÇO.

OS IRMÃOS COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS E A DRª GABRIELA SANTOS, COMEMORAM NESTE MÊS DE DEZEMBRO DE 2014, SUAS CONCLUSÕES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO.

OS IRMÃOS COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS E A DRª GABRIELA SANTOS, COMEMORAM NESTE MÊS DE DEZEMBRO DE 2014, SUAS CONCLUSÕES DE CURSOS.
O ARTISTA PLÁSTICO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS CONCLUIU A ESPECIALIZAÇÃO/CAPACITAÇÃO EM ARTETERAPIA COM CARGA HORÁRIA DE 420 HORAS/AULA PELO CURSO A DISTÂNCIA DO ENSINO NACIONAL DE CAMBORIÚ/SANTA CATARINA.
A DRª GABRIELA SANTOS COLOU GRAU EM FISIOTERAPIA PELA FAMINAS- MURIAÉ/MG.

MENSAGENS DE NATAL DO CASAL COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS E SUA ESPOSA MARILZA SANTOS.

MENSAGENS DE NATAL DO CASAL COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS E SUA ESPOSA MARILZA SANTOS.

DIA 29 DE DEZEMBRO DE 2014 - COMEMORAÇÃO DO 13º ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO DO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS COM SUA ESPOSA MARILZA SANTOS.

DIA 29 DE DEZEMBRO DE 2014 - COMEMORAÇÃO DO 13º ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO DO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS COM SUA ESPOSA MARILZA SANTOS.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

CONCLUSÃO DO CURSO DE ARTETERAPIA Aluno: Fabrício Souza Santos Código de Autenticidade: BBKM Início: 14/03/2014 e Término: 15/12/2014 Nota da Avaliação: 9.8 Carga Horária: 420 horas/aula.

ENSINO NACIONAL LTDA ME – CNPJ: 20.357.386/0001-09
CONCLUSÃO DO CURSO DE ARTETERAPIA
Aluno: Fabrício Souza Santos
Código de Autenticidade: BBKM
Início: 14/03/2014 e Término: 15/12/2014
Nota da Avaliação: 9.8
Carga Horária: 420 horas/aula.
Conteúdo Programático do Curso de Arteterapia – 420 horas/aula:
-O valor dos materiais em Arteterapia;
-Exercícios de Arte para grupos;
- Arteterapia Gestáltica;
- Arteterapia de Corpo e Alma;
- Arteterapia: um novo campo do conhecimento;
- Arteterapia no novo paradigma de atenção em saúde mental;
- Arteterapia com crianças hospitalizadas;
-Aspectos transformadores da construção em arteterapia com adolescentes;
-Materialidade e arteterapia;
- Mãos, Instrumentos Terapêuticos.
Os Cursos têm como Base Legal o Decreto Presidencial nº 5.154, de 23 de julho de 2004, Art. 1º e 3º e a Resolução CNE nº 04/99, Art. 11, Inciso II – Conselho Nacional de Educação.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

VIA SACRA ESTILO AFRICANA PINTADA PELO ARTISTA PLÁSTICO BRASILEIRO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS - PRESIDENTE FUNDADOR DA ACLA/MG DE MANHUAÇU - MINAS GERAIS. EXPOSIÇÃO DE LANÇAMENTO NO DIA 20 DE NOVEMBRO DE 2014 NO PONTO DE CULTURA DA ACLA/MG.

VIA SACRA ESTILO AFRICANA PINTADA PELO ARTISTA PLÁSTICO BRASILEIRO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS - PRESIDENTE FUNDADOR DA ACLA/MG DE MANHUAÇU - MINAS GERAIS. EXPOSIÇÃO DE LANÇAMENTO NO DIA 20 DE NOVEMBRO DE 2014 NO PONTO DE CULTURA DA ACLA/MG.
"A VIA SACRA consiste na oração mental de acompanhar o Senhor Jesus em seus sofrimentos conhecidos como a paixão de Nosso Senhor, a partir do Tribunal de Pilatos até o Monte Calvário".

QUADROS DA VIA SACRA AFRICANA DO COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS - PINTADOS COM TODOS OS PERSONAGENS NEGROS INCLUSIVE JESUS CRISTO(REPRESENTANDO DE FORMA SIMBÓLICA A CULTURA AFRICANA COMO FORMA DE REFLEXÃO):

PRIMEIRA ESTAÇÃO

Jesus é condenado à morte
Senhor Jesus, por que Vos condenaram à morte? Que foi que fizestes que merecia a morte? Curaste doentes, alimentastes famintos, ressuscitastes os mortos, perdoastes aos pecadores, respeitastes as autoridades, trabalhastes para o bem da humanidade, fostes humilde, manso, bondoso, misericordioso. Por que esta sentença tão cruel e humilhante?
O nosso orgulho, inveja, egoísmo, covardia, comodismo, calúnias, apego exagerado pelas coisas deste mundo Vos condenaram. Eis aqui o segredo da injusta sentença. Tenho que perguntar-me: o que eu fiz com Cristo? Não O condenei, por acaso, a morrer?
Cristo, ajudai-me a viver o Vosso Evangelho até a morte.


SEGUNDA ESTAÇÃO

Jesus toma a cruz aos ombros

Cristo, eis a Vossa cruz. Será que esta cruz é Vossa? Na verdade ela é nossa. Assumistes a nossa cruz. A grandeza e o peso desta cruz cresceram dos nossos pecados, que destruíram a ordem do amor. Todos os pecados do mundo nos Vossos ombros. O mundo grita, xinga, critica, está rindo em sua loucura Cristo sofre e caminha em silêncio para me salvar.
Cristo, Vossa Via-sacra foi para mim. Ajudai-me cada dia, pela manhã, partir para a minha via-sacra e ficai ao meu lado, porque sou fraco.

TERCEIRA ESTAÇÃO

Jesus cai por terra

As forças estão se esgotando. Calor, solidão. A terra parece mover-se. Cristo tropeça, perde o equilíbrio e cai. Sente a terra, a poeira na boca. O peso da cruz o sufoca.
Nós partimos cheios de confiança e um dia caímos. Percebemos no nosso caminho uma flor, uma ilusão e tivemos tanta vontade de levá-la. Então paramos, traímos o caminho difícil e ficamos longe do caminho de Cristo.
Até quando vou ficar frio e passivo? Cristo, estou tão longe de Vós. Cristo, ajudai-me a partir de novo. Protegei-me contra minhas quedas que cansam e deixam vazio o meu coração. Quero seguir-Vos. Ajudai-me a levantar-me do meu pecado.

QUARTA ESTAÇÃO

Jesus encontra-se com Sua Mãe
Quanta dor da Mãe neste encontro. Ela vai com Seu Filho. Ela vai na multidão despercebida, preocupada com seus filhos. Não fala, vai junto com Jesus, preocupada com todos nós.
Cristo, mostrai-nos Vossa Mãe humilde e dolorosa para nos comovermos e nos convertermos. Ajudai-nos a caminhar juntos com nossos irmãos, participar dos problemas deles, sofrer com eles como sofreu Maria -- Vossa e nossa Mãe.

QUINTA ESTAÇÃO

Cirineu ajuda a carregar a cruz

Cirineu atravessava o caminho por onde Cristo carregava a cruz. Pararam-no, o primeiro, desconhecido Cristo aceita a ajuda. Aceita uma ajuda forçada de um homem teimoso. Deus Onipotente e Todo-poderoso permite que o homem O ajude. Deus precisa de um homem fraco. Tanta humildade!
Nós também precisamos dos outros. Nosso caminho é também duro e perigoso demais para podermos vencê-lo sozinhos. E tantas vezes, orgulhosos, afastamos as mãos que nos querem ajudar. Mais ainda, pensamos que Cristo é desnecessário em nossa vida. Queremos agir sozinhos. Ao lado de mim vai: amigo, esposa, marido, pai, mão, vizinho, companheiro do trabalho, irmão desconhecido não posso ignorá-los. Todos juntos precisamos salvar o mundo.
Cristo, que eu perceba e aceite com humildade os meus irmãos Cirineus que caminham comigo e também aqueles que foram forçados a caminhar comigo.

SEXTA ESTAÇÃO

Verônica enxuga o rosto de Jesus

Verônica olhava para Seu rosto. Rosto sujo, cansado. Cabelos grudados com poeira, sangue e suor. Estremeceu em si, não podia esperar mais. Na presença dos soldados e inimigos enxugou o rosto de Cristo. O rosto doloroso de Cristo imprimiu-se no pano e no coração. Precisamos olhar o Cristo, para nos tornarmos um pouco semelhantes a Ele. Passamos tantas vezes ao lado de Cristo e nem sequer olhamos para o rosto dEle. Por isso somos apenas tristes máscaras Suas e não temos semelhança com Ele.
Desculpe, Jesus, os meus impuros olhares. Os outros não podem ver em mim Vossa luz e Vossa imagem.
Desculpe, Jesus, o meu corpo desejoso de prazeres. Ninguém consegue descobrir em mim um pouco de Vós.
Desculpe, Jesus, o meu coração cheio de ódio e egoísmo. Ninguém consegue descobrir nele o Vosso amor.
Ajudai-me, Senhor a ser a Vossa viva imagem.

SÉTIMA ESTAÇÃO

Jesus cai pela segunda vez

Cristo está no fim das Suas forças. O peso da cruz, o calor, o caminho em subida, as forças se esgotam, o cansaço cresce. Cristo cai de novo por terra. São os nossos pecados horríveis que o oprimem. Tão depressa acostumo-me a praticar o mal. Falta de fidelidade, falta de prudência. Não enxergo mais nada -- só o mal. Procuro o mal. Estou caído, desanimado. Não vejo os outros no caminho, meus olhos fechados, meus ouvidos surdos. Mas tenho medo de ficar assim. Sei que essa não é a posição digna, humana.
Cristo, dai a mão a um mísero caído, levantai-me, sacudi a poeira pecaminosa dos meus olhos, lavai-me da minha sujeira. Dai-me novas forças para que eu possa levantar-me e caminhar ao Calvário da vitória, a glória final.

OITAVA ESTAÇÃO

Jesus consola as mulheres piedosas

As mulheres choram, lamentam, vendo Cristo. Não podem ajudar, limitam-se a chorar. Têm pena de Cristo.Cristo, embora cansado, percebeu-as, ouviu-as. É mais conveniente chorar os nossos pecados, porque a causa da via dolorosa de Cristo são nossos pecados. Dignos de lamentação somos nós, pecadores.
Perceber os pecados dos outros é sempre mais fácil do que chorar os nossos.
Cada um passa diante do meu tribunal; o mundo todo -- prefiro julgar os outros do que a mim e descubro facilmente culpados: bêbados, preguiçosos, fofoqueiros, falsos, mentirosos, injustos, egoístas -- só eu o perfeito.
Cristo, ajudai-me a descobrir uma verdade muito velha e sempre nova: que sou pecador e isso preciso lamentar.

NONA ESTAÇÃO

Jesus cai pela terceira vez

Cristo cai de novo. Os soldados batem. Cristo não se mexe. Senhor, morrestes?!
Ainda não, as forças quase acabaram. Restou ainda um pedacinho do caminho: dois, três passos Neste estado isso é quase impossível. Senhor, caístes a terceira vez, mas já no alto do Calvário onde vão levantar a cruz.
Eu também caí de novo. Sempre estou caindo. Às vezes duvido se poderei levantar-me. Mas vendo-Vos a meu lado, recupero as minhas forças e certamente vencerei com Vossa graça.

DÉCIMA ESTAÇÃO

Jesus é despido das Suas vestes

Cristo não tinha mais nada a não ser uma veste. Mas isto foi ainda demais. Agora não existe mais nada entre o corpo de Cristo e a cruz. Os homens uniram a cruz e o corpo para sempre.
Cristo, Vossa veste era comprida, digna da pessoa humana. Nós precisamos abandonar também as vezes, vestes provocantes, indecentes, para que possamos defender nossa dignidade humana.
Senhor, fazei que morra tudo em mim que ofende a Vossa santa vontade. Gosto tanto de muitas coisas pequenas que são minhas, mas se isso for necessário para viver verdadeiramente, tira tudo de mim. É melhor morrer, para depois viver. Assim como o grão que precisa morrer para dar frutos.

DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO

Jesus é pregado na cruz

Cristo estendido na cruz, cobre-a perfeitamente para ser unido perfeitamente a ela. Os pregos atravessam o corpo. Cristo permite que o homem apanhe brutalmente as mãos e os pés dEle e pregue na cruz. Agora nenhum movimento é possível.
Nós também precisamos aceitar a nossa cruz na hora presente. Não podemos escolher. Temos que aceitar a nossa cruz. Ela é pronta, feita para meu tamanho, feita dos meus sofrimentos. Temos que apegar-nos a ela.
Isto não é fácil. Mas não posso encontrar o Cristo de outra maneira. Cristo espera por mim na cruz para, junto com Ele, redimir o mundo, nossos irmãos.

DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO

Jesus morre na cruz
As três horas de agonia são tão compridas, parecem sem fim. Mas compridas do que três anos, do que trinta anos de vida. Tudo preparado. Cristo morre. A vida pára, o coração não bate mais. O Coração grande como o mundo -- o mundo de pecados que carrega em si. O mundo talvez ainda não saiba, mas, inconscientemente, estende os braços gritando: "salvai-nos, salvai-nos, Senhor, não podemos mais viver assim, tirai-nos do pecado". Quando eu morrer, Cristo, deixai-me entregar o meu coração a Vós, morrer para Vós, para viver em Vós.

DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO

O corpo de Jesus é depositado nos braços da Mãe

A Vossa obra, Cristo, é consumada. os pregos são desnecessários. Agora podeis descer e descansar. Devagarzinho descem-no da cruz. A Mãe recolhe-O nos seu braços. Tanta dor atravessou a sua alma, mas agora, nós também estamos cansados, vamos adormecer um dia para sempre. Mas em que estado vamos morrer?
Nossa Mãe: vigiai sobre nós cada noite. Tomai-nos nos Vossos braços na última hora, não largueis-nos nunca, por favor. Não esqueçais de nós, pois sois o "Refúgio dos pecadores".

DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO

Jesus é depositado no sepulcro
Cristo é depositado no sepulcro. Na entrada, uma grande pedra. Os amigos não podem mais ajudar. Resta a esperança na ressurreição.
Nossa ressurreição será no fim do caminho. Embora o caminho seja difícil, sabemos que Cristo espera por nós na Sua glória. Senhor, ajudai-nos a atravessar este caminho fielmente.

DÉCIMA QUINTA ESTAÇÃO

Jesus Ressuscita ao terceiro dia


A Ressurreição de Jesus é o nome dado à fé cristã de que Jesus Cristo retornou à vida no domingo seguinte à sexta-feira na qual ele foi crucificado. É uma doutrina central da fé e da teologia cristã e parte do Credo Niceno: "Ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, conforme as Escrituras".
No Novo Testamento, depois dos romanos terem crucificado Jesus, ele é ungido e sepultado num túmulo novo por José de Arimateia, ressuscitou dos mortos e apareceu para muitas pessoas durante um período de quarenta dias, quando então ascendeu ao céu para se sentar à direita do Pai. Os cristãos celebram a ressurreição no Domingo de Páscoa, o terceiro dia depois da Sexta-Feira Santa, o dia da crucificação.




MATÉRIA DO JORNAL DIÁRIO DE MANHUAÇU- SÁBADO DIA 29/11/14. SOLENIDADE DA ACLA/MG E EXPOSIÇÃO DA VIA SACRA AFRICANA do Comendador Fabrício Santos.


MATÉRIA DO JORNAL DIÁRIO DE MANHUAÇU- SÁBADO DIA 29/11/14.
SOLENIDADE DA ACLA/MG E EXPOSIÇÃO DA VIA SACRA AFRICANA

Solenidade de comemoração pelo 5º Aniversário de fundação da ACLA/MG, 17º Aniversário de Arte Sacra do Comendador Fabrício Santos e sua Exposição Individual com a temática: Consciência Negra e Arte Sacra Africana realizada no dia 20 de novembro de 2014, às 20h, no Ponto de Cultura da ACLA/MG em Manhuaçu/MG.

O Presidente Fundador da ACLA/MG – Comendador Fabrício Santos fez uma saudação de abertura convidando as Musas Culturais do Minas-Rio 2014 a se apresentarem para o público. A Musa das Canções Layla cantou duas músicas na abertura da solenidade e depois foi promovido um desfile de beleza com as vencedoras do Minas- Rio 2014 e logo em seguida receberam as homenagens do GRAND PRIX CULTURAL 2014 as seguintes candidatas que irão representar o município em março de 2015 no Rio de Janeiro:
DINAMAR( MUSA DO DESENHO ARTÍSTICO);
LUANA KELLY( MUSA DA PINTURA);
ANA PAULA (MUSA CULTURAl);
DÉBORA (MUSA POETISA ÉPICA);
VIVIANE (MUSA LITERÁRIA);
LAYLA ( MUSA DAS CANÇÕES);
ANY ( MUSA BELA VOZ);
RÂNDALA ( MUSA DA DANÇA);

Neste evento foi apresentado o Acordo de Cooperação e Parceria FEBACLA e ACLA/MG, assinado pelos Presidentes das ditas instituições FEBACLA/RJ – FEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS ACADÊMICOS DAS CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES com sede no Rio de Janeiro e ACLA/MG – ACADEMIA DE CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES DE MINAS GERAIS com sede em Manhuaçu, com os respectivos presidentes: Prince Alexandre Camêlo Rurikovich Carvalho e Comendador Fabrício Santos na Solenidade de comemoração pelo 5º Aniversário de fundação da ACLA/MG.

As homenagens desta noite maravilhosa se deram pelos “Destaques do Ano de 2014 e o Grand Prix Cultural da ACLA/MG”, onde o aluno Carlos Henrique, a professora Lessandra Sonia e Escola Municipal Prof. Sônia Maria Batista, representada pela diretora Arlete, vice Miracy Knupp e a professora Flávia de Mello Silva receberam das mãos do Dr. Alexandre Carvalho e do Comendador Fabrício Santos o título de Personalidade do ano 2014 e Grand Prix Cultural da ACLA/MG.
Dando prosseguimento às Comemorações do dia da Consciência Negra, a professora Flávia de Mello Silva com vestimentas da cultura negra, fez a apresentação de um monólogo da cultura africana. Logo em seguida foi feita uma palestra sobre “ZUMBI DOS PALMARES” pelo presidente da FEBACLA Dr. Alexandre Carvalho. Após a palestra a Musa da Dança Rândala, deu um Show de dança com variações de ritmos.

Através dos vários Projetos Socioculturais apresentados em 2014 e realizados pela Central das Artes Família Santos e da Escola de Arte Gênios da Pintura com o apoio da Academia ACLA/MG, Vários integrantes da Família Santos foram agraciados com o GRANDE PREMIO PERSONALIDADE DO ANO 2014 pela Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, onde o Comendador Fabrício Santos sendo outorgado e investido com o Título de CAVALEIRO COMENDADOR da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro II de Leão, Patrimônio da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, com o GRANDE PRÊMIO PERSONALIDADE DO ANO 2014 e a COMENDA DO MÉRITO HISTÓRICO GIUSEPPE GARIBALDI - FEBACLA.
O Presidente da FEBACLA/RJ Dr. Alexandre Carvalho, recebeu das mãos do Presidente da ACLA/MG o Certificado de Reconhecimento e Honra ao Mérito reconhecendo suas prerrogativas dinásticas, hereditárias e soberanas. Logo em seguida o Visconde Dom Celso Ricardo de Almeida da cidade de Fervedouro/MG, foi agraciado e investido com os Títulos de CAVALEIRO COMENDADOR da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro II de Leão e com o GRANDE PREMIO PERSONALIDADE DO ANO 2014.

Um reconhecimento outorgado pela FEBACLA/RJ somente para presidentes de instituições acadêmicas foi entregue ao Comendador Fabrício Santos com o título de honra: EMBAIXADOR CULTURAL DAS CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES e Chanceler da Paz pelo Centro Sarmathiano de Altos Estudos Filosóficos e Históricos, instituição cadastrada na ONU.
O Vice-Presidente do Senado Acadêmico da FEBACLA Dr. Iguaci Gouveia Junior e Grão-Mestre da Ordem do Mérito Teológico Cristo Eterno, fez a entrega de homenagens e títulos que foram outorgados ao Comendador Fabrício Santos no lançamento do seu primeiro volume do livro “SILÊNCIO NO CÉU”, com uma Moção de Congratulações e com os Títulos de Doutor Honoris Causa em Teologia e Comendador do Mérito Teológico.

Após as homenagens foi apresentando a programação dos eventos do “NOVEMBRO CULTURAL DA ACLA” e logo em seguida, o Comendador Fabrício Santos fez a apresentação das suas 15 obras da Via Sacra Africana que estarão expostas no Ponto de Cultura da ACLA/MG para a visitação do público e que suas reproduções serão enviadas como doação para a Paróquia Santo Antonio de Nana Candundo, Kavungo, Moxico- Angola/ África, aos cuidados do Padre Renato Dutra Borges, ex-pároco da Matriz de São Lourenço de Manhuaçu.

Finalizando a Solenidade, o presidente da FEBACLA/RJ fez homenagens especiais ao aniversariante da noite o acadêmico fundador da ACLA/MG Sr. Elson Ferreira dos Santos que completou os seus 80 anos de vida e todos foram convidados para cantar os parabéns pelos 5 anos da ACLA/MG e por todos os aniversariantes da noite dando destaque também para o aniversário da Acadêmica Delegada da ACLA em Ponte Nova Grazielle Sabino.

O cantor Jacimar Silva de Manhumirim promoveu um show de Forró e música Sertaneja no encerramento do evento.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

SARAU MUSICAL DA ACLA/MG - SALAZAR E AMIGOS- 28/11/2014 ÀS 20:30H.

SARAU MUSICAL DA ACLA/MG - SALAZAR E AMIGOS- 28/11/2014 ÀS 20:30H.

A abertura oficial do evento foi dada pelo compositor Salazar e logo em seguida pelo Presidente da ACLA/MG Comendador Fabrício Santos dando boas vindas para o público.
Salazar após recitar uma de suas expressões poéticas, convidou o músico/compositor Walace Pinheiro da cidade de Ipanema para fazer a primeira apresentação da noite.
O Sarau Musical Salazar e amigos foram divido em duas etapas neste ano de 2014, sendo que nesta primeira etapa do dia 28 de novembro, fizeram as apresentações os seguintes músicos:
-SALAZAR;
- Walace Pinheiro ( Ipanema/MG);
-Teógenes Nazaré;
-Jorge Leonésio;
- Comendador Fabrício Santos e Comendadora Marilza Teixeira Santos;
Participações Especiais:
-Comendador Ivan Carlos Sabino(Ponte Nova/MG);
-Daniel;
-Laura Luisa ( Filha de Fabrício e Marilza).
A segunda apresentação do SARAL MUSICAL DA ACLA/MG com outros músicos, ficou agendada para o dia 19 de dezembro de 2014 a partir das 20h no PONTO DE CULTURA DA ACLA/MG no centro de Manhuaçu/MG. A entrada é franca. Estão todos convidados.