quinta-feira, 19 de abril de 2012

ACLA/MG HOMENAGEIA O DELEGADO DA JUNTA MILITAR DE MANHUAÇU PELO DIA DO EXÉRCITO BRASILEIRO - 19 DE ABRIL.

PRESIDENTE DA ACLA/MG FABRÍCIO SANTOS E A SECRETÁRIA GERAL MARILZA SANTOS HOMENAGEIAM O DELEGADO DA JUNTA MILITAR DE MANHUAÇU 1º TENENTE CARLOS ARTUR SILVA FREITAS PELO DIA DO EXÉRCITO BRASILEIRO - 19 DE ABRIL

Exército Brasileiro, orgulho de uma Nação.

Neste 19 de abril, quando orgulhosos contemplamos nosso símbolo maior, a Bandeira Nacional para festejarmos os 364 anos de concepção do Exército Brasileiro, concito todos a voltarem-se para o passado, reverenciando a memória dos nossos heróis no remoto 1648, para dele extrair lições, destacar exemplos de patriotismo, nacionalidade e buscar motivação; a manterem dedicação integral às ações do presente, onde estamos situados, e a terem esperanças de uma Pátria fraterna no futuro.

Voltando o olhar para o passado, vemos, nos Montes Guararapes, brasileiros das três raças, unidos já pelo sentimento de Pátria, reagiram com coragem e sangue a ocupação estrangeira, expulsando o invasor e criando as bases de um Exército legitimamente brasileiro. A seguir, vemos a atuação do “povo em armas” na consolidação da Independência, na pacificação das províncias, na conquista da unidade nacional, na proclamação da República e na obtenção da coesão interna.

Vemos o forjar da Força Terrestre, a dura têmpera conquistada a ferro e fogo nas Guerras do Prata e na Campanha da Itália, durante a Segunda Guerra Mundial. Mais recentemente, vemos um Exército solidário na reconstrução da paz e da harmonia entre os povos, em todos os continentes, como integrante das Forças de Paz da ONU.

No presente, enfrentando grandes óbices, que contrapõem nossa tenacidade e avaliam nossa capacidade, temos mantido o Exército unido e disciplinado, adestrado para cumprir sua missão constitucional, graças, sobretudo, à competência criadora, à gestão rigorosa e à ação de comando dos chefes militares em todos os planos. Esse nosso povo tão corajoso, habituado a enfrentar adversidades e a superar desafios, está empenhado no reaparelhamento de um Exército suficientemente dissuasor, à altura da estrutura político-estratégica do Brasil, procurando conciliar os valores históricos, culturais e espirituais que moldam o cerne deste povo. Essa nossa gente austera – quer na solidão das longínquas fronteiras, suplantando o cansaço, o desconforto, as endemias e a falta da família; quer nas nossas outras centenas de guarnições espalhadas por todo o território – hasteia diariamente o Pavilhão Nacional reafirmando, sem medo, que “esta terra tem dono”.

Sobre o futuro recaem nossas esperanças. Hoje, os assuntos de defesa já fazem parte da agenda nacional. Identificamos em nossas autoridades a clara determinação de munir as Forças Armadas com equipamento de última geração a nível mundial em tecnológica, a ser produzido pela indústria nacional de defesa. Com isso, pretendemos modernizar e transformar este nosso Exército, que disporá de uma estrutura modular baseada em capacidades para atuar em diferentes cenários de conflitos, e de tropas de elevada mobilidade, flexibilidade e versatilidade, aptas a deslocarem-se prontamente de um extremo a outro do País. Assim, atingiremos o desejado estado de constante prontidão operacional, de forma a atender com ousadia a todas as Hipóteses de Emprego da Força.

Dentro de um contexto macro e atualizado em consonância com cenário atual, valorizar nossos servidores civis e militares – mais valioso patrimônio de que dispomos –, para que possam exercer com toda eficácia sua verdadeira vocação.

Soldados de Caxias – gente fardada e sem farda, da ativa e da reserva, civis e militares, de todas as origens e dos mais afastados rincões de nosso território –, comemoremos com entusiasmo e fé o aniversário do Exército Brasileiro! Devemos nos orgulhar da confiança que a Nação nos credita; de ser “braço forte e mão amiga”; de espalhar brasilidade; de cultuar valores democráticos, patrióticos, no enfrentamento das adversidades; e de colocar a Pátria acima de qualquer ambição pessoal e dar corpo à soberania brasileira.

Este nosso grande Exército, jamais derrotado em batalhas, orgulha-se da confiança e do respeito da sociedade a que serve, sendo este a sentinela da Pátria que não dorme, participe ativo do desenvolvimento nacional, adestrado para o combate e cultuando a paz e o “amor febril pelo Brasil”. Assim, “se a Pátria amada for um dia ultrajada”, estaremos prontos à defende-la e para “lutar sem temor”. Parabéns, Exército Brasileiro, pelo seu dia!

“ O Brasil espera que cada um cumpra a sua missão”


Por Carlos Artur Silva Freitas – 1° Tenente
Delegado da 15ª Delegacia de Serviço Militar
Manhuaçu- Minas Gerais



Nenhum comentário: