segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Conferência define políticas públicas culturais em Belo Horizonte



Mais de 500 pessoas entre artistas, produtores, agentes culturais, gestores governamentais e representantes da sociedade de Belo Horizonte participaram no último fim de semana da Conferência Municipal de Cultura, realizada nas instalações da Escola Municipal Marconi.

Estiveram presentes na abertura da Conferência o Prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda; o Vice-Prefeito, Roberto Carvalho; a Presidente da Fundação Municipal de Cultura, Thaís Pimentel; o Coordenador Geral da II Conferência Municipal de Cultura, Rodrigo Barroso; a Secretária Adjunta de Direitos da Cidadania, Silvia Helena; o Assessor do Ministro de Estado da Cultura, Frederico Maia; o Diretor de Artes Cênicas da Funarte, Marcelo Bonés; a Chefe da Representação Regional do Ministério da Cultura em Minas Gerais, Aída Ferrari; a Coordenadora da Funarte em Minas Gerais, Miriam Lott; o Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Cultura, Estevão Fiúza; o Vereador, Arnaldo Godoy; e o Pró-Reitor de Extensão da PUC Minas, Wanderlei Chiappe.

Durante dois dias foram discutidos temas como diversidade cultural, cidadania, desenvolvimento sustentável, economia criativa e institucionalidade de cultura, para a definição das políticas públicas para os próximos anos. Ao fim da reunião, foram definidos os integrantes da delegação que representará as demandas de Belo Horizonte na Conferência Estadual de Cultura, em dezembro.
Em março, haverá encontro nacional, em Brasília, com todos os delegados.

Nenhum comentário: