quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O grupo VOGA, do qual pertence o DIÁRIO DE MANHUAÇU, foi homenageado com o troféu de Honra ao Mérito do Patrono da ACLA-MG Samuel Brandão.


JORNAL DIARIO É HOMENAGEADO PELA ACLA-MG

2011-10-26( Matéria do Jornal Diário de Manhuaçu - www.diariodemanhuacu.com.br)

MANHUAÇU – No último sábado (22) a Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais (ACLA-MG) comemorou seu segundo aniversário e empossou novos membros, durante momento solene na sede do Rotary Club de Manhuaçu. Ainda durante a noite de gala, o grupo DIÁRIO foi homenageado pelos relevantes serviços prestados na divulgação de eventos culturais de Manhuaçu e região.

O grupo VOGA, do qual pertence o DIÁRIO DE MANHUAÇU, foi homenageado com o troféu de Honra ao Mérito do Patrono da ACLA-MG Samuel Brandão. Representando o grupo, o editor chefe do DIÁRIO DE CARATINGA, Carlos Alberto Fontainha, recebeu o troféu das mãos do presidente da entidade Fabrício Santos.
A mesa diretora da solenidade foi composta pelo presidente fundador da ACLA/MG, professor e comendador Fabrício Santos; presidente da Academia Brasileira de Teologia e grão mestre da Nobre Ordem dos Cavaleiros da Independência do Brasil, Roberto dos Santos (Brasília-DF); presidente da Casa da Amizade de Manhuaçu Ângela Maria Lima; o representante do Rotary Club de Manhuaçu, José Maria de Andrade Abreu; e a representante da Academia Manhuaçuense de Letras, Beatriz Zappalá Pimentel.
O Hino Nacional foi executado pelo representante da Banda de Música do 11º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, subtenente Wiudston Fernando Soares Oliveira. Em seguida, ele recebeu um troféu de Honra ao Mérito do Patrono da ACLA/MG Samuel Campos Brandão, pelo 45º Aniversário da Banda de Música.

NOVOS MEMBROS
Ainda durante a noite solene, a ACLA empossou sete novos acadêmicos. Eles receberam a medalha de Honra ao Mérito do patrono da academia ACLA/MG Samuel Brandão.
Os sete novos acadêmicos efetivos que tomaram posse nesta solenidade foram:
Cadeira 28 - Drª. Janaine Amaral de Paula – Advogada - Manhuaçu
Cadeira 29 - Carlos Alberto Nunes Silva – Professor/Radialista - Manhuaçu
Cadeira 30 - Viviane Moraes Freire – Bióloga - Manhuaçu
Cadeira 31- Ramon Espechit Romeiro – Artista Plástico - Manhuaçu
Cadeira 32 - Michel Carlos da Silva – Artista Plástico - Manhuaçu
Cadeira 33 - Regina Célia de Aquino Xavier – Escritora/Professora - Manhuaçu
Cadeira 34 - Thiago Bezerra da Silva – Radialista – Manhuaçu.

DESTAQUES CULTURAIS
Depois da posse dos novos acadêmicos efetivos, honorários e correspondentes da ACLA/MG, o delegado regional da ACLA/MG em Brasília, Roberto dos Santos, recebeu um diploma. O jornalista Thomaz Júnior foi homenageado na categoria individual, pelos serviços de fortalecimento da cultura em Manhuaçu.
A Seção Juvenil da ACLA-MG foi representada pela vencedora dos concursos de beleza mirim Giullia Hott que também recebeu o Troféu de Honra ao Mérito. As demais candidatas do Miss Manhuaçu Regional Infanto Juvenil receberam a medalha de Mérito Cultural.
Representando a Rádio AM e FM de Manhuaçu e o Programa do Conde, recebeu o Troféu o radialista Roberto de Manhumirim. Também de Manhumirim foi homenageado o acadêmico Alexander Machado pelo destaque no 1º Concurso de Graffiti de Manhuaçu com o Troféu de Honra ao Mérito.
Finalizando as homenagens da academia, foi convidada a acadêmica Vera Maria Costa para a apresentação e lançamento de seu novo livro “Entre a Terra e o Céu”. Também foi lançado o Livro “Quando o Amor é o Bastante” de Roberto dos Santos de Brasília (DF).

OUTRAS HOMENAGENS
O Presidente da Academia Brasileira de Teologia e Faculdade de Teologia Antioquia Internacional / Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos, homenageou em nome das instituições de Brasília várias personalidades de Manhuaçu, dentre elas Fabrício Santos, que foi agraciado com o título de Barão da Nobre Ordem dos Cavaleiros da Independência do Brasil. Ele também recebeu o grau honorífico de Grão-Cruz, a indicação para ser juiz arbitral do Tribunal Arbitral e Mediação dos Estados Brasileiros, e o Título de Doutor Honoris Causa em Letras pela Ordem do Mérito Educacional da Faculdade de Teologia Sepher Eloah (Fatese), das mãos do reitor da entidade, Wagner Alves.
As outras personalidades homenageadas com títulos da Academia Brasileira de Teologia foram a acadêmica Beatriz Zappalá Pimentel, Ângela Maria Lima, Marilza Alvarenga Teixeira Santos, professora e escritora Rayta de Castro, com o grau honorífico de “Dama”.
O prefeito Adejair Barros e o presidente da Câmara Municipal de Manhuaçu Renato César Von Randow foram homenageados com os títulos no grau honorífico de “Comendador”, pela Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos e Academia Brasileira de Teologia de Brasília.

ACLA-MG
Fundada no dia 3 de outubro de 2009, em Manhuaçu, a Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais (ACLA-MG) é uma Instituição Cultural Artística, Científica e Literária, é uma associação organizada para fins não econômicos, políticos ou religiosos, e de natureza cultural, educativo e social, de duração indeterminada. O Patrono da ACLA/MG, escolhidos pelos acadêmicos fundadores, foi o saudoso e renomado artista plástico manhuaçuense Samuel Campos Brandão.
A Academia compõe-se de 40 membros efetivos e perpétuos, constituindo-se desde já com os membros que assinaram a Ata de Fundação onde se encontram devidamente qualificados. Serão eles os Acadêmicos Fundadores da Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais.
A academia ACLA/MG é composta do quadro de membros Honorários, membros Correspondentes, membros Beneméritos, Delegados Regionais, Amigos da Academia e Seção Juvenil.

DESTAQUE: O Ex-presidente do Rotary Club de Manhuaçu Francisco Everardo Pessoa de Oliveira foi homenageado pelo Presidente da Academia Brasileira de Teologia e Faculdade de Teologia Antioquia Internacional / Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos com o título de "COMENDADOR".

Nenhum comentário: