terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O DIRETOR DE CULTURA FABRÍCIO SANTOS SE EMPENHOU PARA LEVANTAR OS DADOS PARA TENTAR A INCLUSÃO DE MANHUAÇU NAS CIDADES DO "ICMS CULTURAL".

MATÉRIA DO JORNAL TRIBUNA DO LESTE DO DIA 16 DE JANEIRO DE 2011, PÁGINA 03.
"MANHUAÇU APRESENTA DOCUMENTAÇÃO DO ICMS CULTURAL"

Servem de bases para pontuação e para repasse de recursos do ICMS itens como a criação de uma lei municipal de patrimônio cultural, programas de educação patrimonial (a cidade também deve criar o seu conselho municipal do patrimônio cultural), tombamento de bens culturais, elaboração de inventário de proteção ao acervo cultural, além de outras ações de proteção (investimentos em bens e manifestações culturais). Os valores do repasse, estimados por ponto, garantem ao município uma verba extra que pode ajudar e no orçamento das prefeituras.
O DIRETOR DE CULTURA FABRÍCIO SANTOS SE EMPENHOU PARA LEVANTAR OS DADOS PARA TENTAR A INCLUSÃO DE MANHUAÇU NAS CIDADES DO "ICMS CULTURAL".


MATÉRIA FEITA PELO JORNALISTA: CARLOS HENRIQUE CRUZ

Um comentário:

Tia Fatinha disse...

Parabéns! Gostei desta. É preciso de gente que sabe o que faz fique à frente de uma secretaria tão importante como a de cultura, porque infelizmente nossos governantes sempre deixam em último plano. Faça a sua parte e certamente seu trabalho será econhecido pelas pessoas que amam e entendem que a cultura é um dos caminhos para um povo civilizado.E quem não entende, entenderá pelo resultado posisitvo.