quinta-feira, 21 de julho de 2011

Solenidade de encerramento do Projeto “Caminhos do Sabor”, organizado pela Abrasel/ MG em Manhuaçu.


PROJETO “CAMINHOS DOS SABORES” é ENCERRADO EM MANHUAçU

2011-07-21(JORNAL DIÁRIO DE MANHUAÇU - SITE: www.diariodemanhuacu.com.br)

MANHUAÇU – Na última terça-feira (19) foi realizada na sede do Rotary Club de Manhuaçu a solenidade de encerramento do projeto “Caminhos do Sabor”, organizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel MG) em parceria com o Ministério do Turismo e Sebrae. Durante o evento as empresas e profissionais da cidade que participaram de todas as etapas do projeto receberam a certificação.
O projeto “Caminhos do Sabor” tem como objetivo potencializar os destinos turísticos do Brasil, trabalhando a gastronomia como vantagem competitiva. Sua realização é feita em cinco etapas: envolvimento das lideranças locais; pesquisa de oferta e demanda; plano de ação do destino; lançamento oficial e desenvolvimento empresarial.

Segundo o diretor municipal de Cultura e Turismo, Fabrício Santos, foi grande o número de empresas manhuaçuenses participantes do projeto, chegando a ultrapassar as inscrições das demais cidades de Minas Gerias. “Manhuaçu se destacou no Estado pela participação no projeto. Cada cidade devia ter ao menos 30 inscrições e Manhuaçu conseguiu inscrever 49 empresas que participaram das cinco etapas”, relata.
Fabrício também informa que existe ainda o interesse de implantar em Manhuaçu outros projetos para que a cidade entre para o circuito turístico nacional. “Iniciaremos agora um plano de ação. A Abrasel tem, inclusive, a proposta de implantar uma sede regional em Manhuaçu, para que futuramente tenhamos um projeto de festival gastronômico, entre outros, que sejam interessantes e identifiquem a cidade. Esperamos que isso realmente nos coloque no cenário nacional, fazendo com que os turistas venham degustar o que temos de melhor na área gastronômica”, indaga.
Todas as ações realizadas durante o projeto foram gratuitas. “O projeto foi financiado pelo Ministério do Turismo e pela a Abrasel, além de também receber o apoio do Sebrae. Os cursos de capacitação foram gratuitos, tendo início com a parte de segurança de alimentos para todos os bares e restaurantes. Atuou na área de melhoria de atendimento ao cliente. Por fim, foi trabalhada a parte de gestão financeira para que todos os empresários pudessem se capacitar para melhor investir em seus estabelecimentos e obterem crescimento. Manhuaçu só teve a ganhar com este projeto, que também contou com o empenho do Departamento de Cultura e Turismo e da Prefeitura Municipal”, enfatiza Fabrício.

O diretor de Cultura e Turismo também aproveitou para parabenizar todas as empresas que participaram do Projeto “Caminhos do Sabor”. “Este projeto já existe há algum tempo e no início enfrentamos algumas dificuldades. Mas hoje quero parabenizar tanto a Manhuaçu, quantos as empresas que participaram e se capacitaram. Temos inclusive outros estabelecimentos querendo participar. È uma alegria muito grande saber que a cidade está se despontando no cenário gastronômico e, quem sabe, se torne um dos ícones nacionais na área”, finaliza.

ABRASEL
O diretor executivo da Abrasel-MG, Lucas Pego, explica que inicialmente o Projeto “Caminhos do Sabor”, não seria realizado em Manhuaçu. Mas a partir de emenda parlamentar a cidade foi também introduzida na iniciativa. “Este projeto foi pensado para contemplar os destinos que foram definidos pelo Ministério do Turismo. Em Minas Gerais, a princípio, as cidades escolhidas eram somente Ouro Preto, Tiradentes, Diamantina e Belo Horizonte. Mas graças a uma emenda parlamentar de um ex-deputado federal, Manhuaçu e Manhumirim também foram contempladas”, ressalta.
Lucas também explicou que além dos trabalhos voltados para a segurança de alimentos, melhorias no atendimento e gestão financeira, as empresas participantes também receberam consultoria individualizada e orientações quanto aos cardápios. “As 49 empresas de Manhuaçu que participariam do projeto receberam treinamentos de segurança dos alimentos, atendimento e gestão. Além de também serem instruídas quanto à tradução do cardápio para inglês ou espanhol e receberem consultoria individualizada. Nossa consultora fez, ao menos, três visitas a cada empresa para falar sobre melhorias”, enfatiza.
O diretor executivo afirma que seria de grande importância a instalação de uma sede da Abrasel em Manhuaçu, pois possibilitaria a realização de novos projetos na cidade. “Queremos que a sociedade e os donos de bares de Manhuaçu se organizem para abrirem uma sede regional da associação aqui na região. Isso possibilitará a realização de outras ações e projetos de qualificação profissional ou de promoção, assim como um festival gastronômico local. Ações estas que seriam muito interessantes para a cidade”, conclui.

Nenhum comentário: