domingo, 19 de junho de 2011

LANÇADO PROJETO “MANHUAÇU PENSANDO EM SUSTENTABILIDADE”




LANÇADO PROJETO “MANHUAÇU PENSANDO EM SUSTENTABILIDADE”
2011-06-18 / MATÉRIA DO JORNAL DIÁRIO DE MANHUAÇU

MANHUAÇU - Na ultima sexta-feira (18), aconteceu na Praça 5 de Novembro, o lançamento do projeto “Manhuaçu Pensando em Sustentabilidade”. Esta ação está sendo idealizada por diversas empresas de cidade e conta também com o apoio de vários órgãos públicos. O objetivo do projeto é conscientizar toda a população manhuaçuense quanto aos cuidados que devem ser tomados em relação ao meio ambiente. O evento contou com apresentações de dança, além de exposições de roupas e artesanatos confeccionados a partir de materiais reciclados e que são produzidos por pessoas da cidade.
Segundo o professor de artes, Fábio Santos, um dos idealizadores do projeto, a idéia teria surgido a partir de uma conversa informal entre alguns amigos. “Durante esta conversa percebemos a necessidade de mobilizações voltadas ao meio ambiente. Cada um já tinha algum tipo de projeto com esta finalidade. Então decidimos somar nossas forças para podermos fazer um grande trabalho. Sozinhos nós não conseguimos atingir a todos. Juntos podemos conseguir um melhor resultado”, relata.
Um dos focos do projeto, segundo Fábio, é ter um direcionamento para o lixo. “Pensando nisso, estamos trabalhando vários pequenos projetos que serão somados em uma ação maior. O que aconteceu ontem foi o ponta pé inicial. Futuramente, cada um desses projetos serão realizados por etapas, em ações que acontecerão em escolas, praças e diversas outras instituições”, explica.
A estilista e também idealizadora do projeto, Rita Santos, ressalta que o projeto visa conseguir implantar a coleta seletiva de lixo na cidade. “Sabemos que não será fácil. Queremos fazer também um trabalho de conscientização nas escolas, pois os alunos serão multiplicadores da idéia em suas casas. Nossa intenção é transformar Manhuaçu em uma cidade modelo quanto ao respeito com o meio ambiente”, enfatiza.

TRANSFORMANDO O LIXO
Durante o lançamento da campanha foram expostos diversos tipos de trabalhos artesanais, confeccionados a partir de material reciclável. Além de objetos para decoração produzidos por diversas instituições da cidade. Também houve um desfile de roupas produzidas a partir de produtos reutilizados, como garrafas pet e sacos plásticos. As peças são criadas e desenvolvidas pela estilista Rita Santos.
Segundo ela, esse tipo de trabalho tem como objetivo mostrar que belas peças podem ser desenvolvidas a partir de materiais que elas vêem como lixo. “Tudo começou quando vim de Vitória, no Espírito Santo, para Manhuaçu. Comecei a desenvolver um trabalho em um projeto com crianças carentes, onde as ensinava a confeccionar bijuterias a partir de materiais reciclados. As peças ficaram tão lindas que as expus em um concurso em São Paulo. Desde então não parei mais. Nosso trabalho já está, inclusive, sendo reconhecido em países como Portugal e Estados Unidos. Hoje não vejo nada mais como lixo, para mim tudo se aproveita”, relata.
A estilista também ressalta que com esta campanha eles têm como objetivo divulgar este tipo de trabalho, mostrando para a comunidade sua importância. “Agora queremos ensinar e incentivar esse tipo de trabalho para as pessoas. Nosso objetivo é fazê-las perceber que além de ele ser um trabalho ecológico, também pode gerar rentabilidade. Esse é nosso interesse: crescimento com sustentabilidade”, indaga.

PARCEIROS E APOIADORES
Fábio também fala sobre as parcerias no projeto. “Os parceiros que estão envolvidos na organização do projeto são a escola de artes Central das Artes, a Faculdade do Futuro, o CNA, a Academia de Ciências e Letras de Minas Gerias (ACLA-MG) e também o Codema. Também estamos recebendo o apoio da Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Educação, Cultura e Turismo, além do Samal e da Assistência Social. A Policia Militar do Meio Ambiente, o IEF e a ONG Pró-Rio Manhuaçu, também têm nos dado seu apoio. Além da Superintendência Regional de Ensino, que nos ajudou a divulgar o projeto nas escolas”, afirma.
A representante da Faculdade do Futuro, Mariana Aparecida Silva, afirma que a instituição tem grande responsabilidade quanto aos trabalhos ligados ao meio ambiente. “Nossa responsabilidade é muito grande, já que formamos professores e eles serão os difusores de informações junto às crianças. Hoje, temos mais de 20 alunos aqui presentes e oportunidades como essas são muito importantes para que eles possam por em prática aquilo que aprendem dentro das salas de aula. Futuramente terão de repassar essas idéias aos seus alunos”, conclui.

EXPOSIÇÕES
Além do desfile de roupas elaboradas com matérias reciclados, também foram expostos trabalhos artesanais de projetos do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e também do projeto CASA. Além de trabalhos confeccionado pela comunidade do bairro Matinha.
Também foram realizadas apresentações de dança de alunos da escola municipal São Vicente de Paula (CAIC) e do projeto AABB Comunidade.

Nenhum comentário: