sábado, 19 de setembro de 2009

O COMENDADOR FABRÍCIO SANTOS ESTEVE PRESENTE NO LANÇAMENTO DO LIVRO - “A República do silêncio”: Manifestações do poder local no leste de Minas



Manhuaçu – MG já foi um dia uma República independente do Brasil e teve até uma moeda própria?

Dia 19 de setembro às 20:00 na Casa de Cultura de Manhuaçu, noite de autógrafos do Professor Flávio Mateus dos Santos. O Primeiro livro científico a resgatar o passado histórico da cidade de Manhuaçu e de 51 municípios mineiros que pertenciam a Manhuaçu.

A pesquisa promovida por Flávio Mateus acabou ‘desmistificando’ alguns mitos relacionados à Manhuaçu, a começar pela sua dimensão territorial. “Diziam que o município tinha 46.000 km². Entretanto eu fiz uma análise dos municípios que emanciparam de Manhuaçu, 51 no total. E também medi via satélite, acompanhado pela cartógrafa da PUC, Gislaine Fernandes de Barros. Cheguei à conclusão de que Manhuaçu tinha 18.102 km², hoje tem apenas 627 km²”, informou o professor Flávio.

A outra desmistificação se refere a existência da República de Manhuaçu. “Se para o Estado Nacional Brasileiro este movimento não passou de uma revolta. Mas para quem participou, considerou verdadeiramente uma República”, frisou o historiador, informando que enviou exemplar da moeda cunhada pelo coronel Serafim Tibúrcio para que fosse submetido a um exame grafodocumentoscópio feito pela Perícia Técnica da Polícia Civil. “Foi constatado que o objeto era original. Então toda esta conversa de que a moeda foi inventada para valorizar o passado histórico de nossa cidade é mentira, Manhuaçu teve seu próprio dinheiro”, esclareceu Flávio Mateus.
http://www.youtube.com/watch?v=9_vTGWxjBkA




Moeda emitida pelo Coronel Serafim Tibúrcio da Costa

2 comentários:

MARILZA SANTOS - DIRETORA DE ARTES disse...

EU COMO SOU AMANTE DAS ARTES E CULTURA, FIQUEI IMPRESSIONADA COM O LIVRO DO PROFESSOR FLÁVIO MATEUS QUE CONTOU COM MUITA PRECISÃO E DETALHES A VERDADEIRA HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE MANHUAÇU. FIQUEI MUITO EMOCIONADA COM A REALIZAÇÃO DESTE PROJETO DE DOZE ANOS DE PESQUISA DESTE GRANDE MESTRE HISTORIADOR DA NOSSA REGIÃO.
PARABÉNS E SUCESSO A ESSE GRANDE ESCRITOR/ HISTORIADOR.ESSE RIQUÍSSIMO MATERIAL DEVERIA SER ADOTADO NAS ESCOLAS DA NOSSA REGIÃO E EM TODO O PAÍS.
DEUS TE ABENÇÕE,
ABRAÇO,
MARILZA SANTOS
DIRETORA DA ESCOLA DE ARTE
GÊNIOS DA PINTURA DE MANHUAÇU/MG

Flávio Mateus disse...

Gostaria de agradecer ao grande artista plástico e Comendador Fabrício Santos pela honra de têlo na minha noite de autógrafos em Manhuaçu. Como afirmei no agradecimento, este livro foi uma realização de doze anos de estudo, onde me submeti à crítica histórica para verificar a autenticidade, a originalidade e o grau de veracidade das fontes que rodeavam o tema. Espero que meu trabalho possa ter continuidade, pois ele é apenas a pequena ponta do Iceberg. Manhuaçu tem muita história para ser contada e, inclusive da "República de Afonso Cláudio" e o "Contestado" realizado pelo Coronel João do Calhau (meu tio avô) e o coronel Serafim Tibúrcio. Mas esta...É uma outra história...
Abraços
Prof. Msc. Flávio Mateus dos Santos